• malu

bebê

-- por malu baumgarten -


A menina dança na casa velha

dançam os vestidos escada abaixo

fantasmas claros, no pátio a bruma

lá fora o mundo é triste e hostil


Sob a coberta a gata preta

é quem restou na casa velha

a mãe se foi, foram-se as manas

se foi o filho, a menina dança


Menina dança na casa velha

no pátio as flores que a mãe plantou

lá fora a rua é suja e triste

mas dentro aqui teu peito arde (de amor.)


— estes vestidos sabem a dança

dança menina os teus vestidos

estes vestidos, esta menina

ó dança, dançam os teus fantasmas.

*


poema ©Malu Baumgarten

fotografia ©Bebê Baumgarten

(escrevi este poema para ser uma canção, e inspirei-me nos lindos textos da Bebê Baumgarten sobre a vida em tempos de pandemia, alguns publicados aqui, outros no site dela, Meus Arrepios.)



103 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

prometeu