• malu

corre um coelho branco com um relógio


- por maria alice bragança -


É preciso dizer que não se tem tempo.

Não há tempo para viver, para respirar.

Corre um coelho branco com um relógio.

Atrasado. Atrasado. Sempre atrasado...

É preciso ser ativo, produtivo.

O tempo dos relógios está sempre a passar.

É preciso dizer que não se tem tempo.

Ou ninguém vai lhe levar a sério.

O tempo é mistério. O tempo não tem dono.

Um relógio atrasado marca apenas o sono. Nunca o sonho.

É preciso dizer ocupado, ocupado.

É preciso dizer que não se tem tempo.

Vai que alguém resolve lhe amar?

É preciso estar sempre preocupado, ocupado.

Ou podem achar que você é o culpado

pelo mundo estar como está.


Do livro “Cartas que não escrevi”, editora Casa Verde, 2019.

Foto ©2020 Malu Baumgarten

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

no fundo

vestido