• malu

acalanto


-por anna baumgarten -


Vinha correndo, escutou a música e de repente parou

Desfez a expressão. Não havia nada do menino intempestivo nele agora

Quase parou de respirar

Não entendeu a sensação de prazer que aquelas notas musicais lhe proporcionaram

- a mesma canção que ele ouvia quando tinha a idade dela -

Pediu para escutar mil vezes, como se buscasse a sensação da lembrança

Não voltou. Nada ali voltou, ficou o vazio

Buscou então o colo quente da mãe, seu corpo junto ao corpinho minúsculo da irmã


Foto: Arquivo pessoal de Anna Baumgarten

56 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

no fundo

vestido