• malu

caminhos aflitos

- por vera ione molina -


Poças d'água exigiam saltos

daquela gente que voltava

das longas horas de trabalho


por instantes o brilho da cidade

o som constante da chuva

os sapatos a soltar espirros


latidos cansados se espalhavam

pelos caminhos aflitos

de terra ou asfalto escasso


poema de © Vera Ione Molina

fotografia © Malu Baumgarten



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Viva

prometeu