top of page
  • Foto do escritorbebê

lamento

Atualizado: 3 de jul.

- por malu baumgarten -


Não falo, penso o corpo que éramos nós

amarrados com perfeição, sólidas mãos,

chuvas de rio, atalho entre a neve e o sol,

o fim e o fim do mundo, nós atados.

 

Não somos um corpo. Os braços nossos

não enlaçam pernas, nossos pés não voam

juntos, asas que tínhamos perdemos

no esgoto banal da vida pobre.

Penso e não falo.

 

Teus seios não tremulam a bandeira

da rebeldia, tuas ancas abandonam

rituais de liberdade, está calado e vago

teu sexo. Palavras ocas.

 

Agora sei, nem nós, nem corpos,

nem corpos de nós. A morte vem,

 

 a vida esvai-se, vislumbro o que intuía,

não sou especial. Foi ficção, sonhei como

Segismundo. Minha ilusão particular

deposito a teu pés, brutal e impiedosa

 

como o faria Maupassant.



- fotografia de malu baumgarten

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page